quarta-feira, 27 de maio de 2015

Tema de aula: O Governo Constitucional

Segue um resuminho do que discutimos hoje.
Leiam o livro didático e alguns da seleção que fizemos em sala.


Tema de aula: O Governo Constitucional ( resuminho básico)

1930                   1932                     1934                     1937
Revolução
Revolução Constitucionalista
Início do Governo Constitucional
Início do Estado Novo
Início do Governo Provisório

Vargas eleito indiretamente

Vargas eleito presidente provisoriamente




Dois grupos se destacaram nesse período:
A)   INTEGRALISMO
Criado pelo escritor Plínio Salgado, a Ação Integralista Brasileira foi tida como a versão nacional para o nazifascismo.
O Manifesto à Nação, redigido por Plínio Salgado, em 1932, continha os princípios básicos do Integralismo, a saber:
- o combate brutal ao comunismo;
- o nacionalismo extremado;
- o Estado onipotente, com rígida disciplina e hierarquia;
- a extinção dos partidos políticos;
- a entrega do poder a um único chefe;
- a fiscalização das atividades artísticas; entre outros.
     O lema integralista era: “ Deus, Pátria e Família”
     ( Lembretes: usavam uniformes, Sigma-E,Anauê, núcleos)

B)   ALIANCISMO:
Grupo político contrário ao integralismo, apoiado pelo Partido Comunista Brasileiro, líderes sindicais e líderes tenentistas.
Em abril de 1935, a Aliança Nacional Libertadora elegeu Luis Carlos Prestes como seu presidente de honra.
A ANL defendia:
- o fim do latifúndio;
- a nacionalização das empresas estrangeiras;
- a suspensão do pagamento da dívida externa.
     Em 11 de julho de 1935, a sede da ANL foi fechada pelo governo. O chefe de polícia, Filinto Muller, acusavao movimento de ser controlado por “perigosos comunistas” e ser financiado por estrangeiros.

A Intentona Comunista
Com a extinção da ANL, alguns setores militares ligados ao PCB reagiram.
Em novembro de 1935, eclodiu a chamada Intentona Comunista, uma série de rebeliões militares em batalhões do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Rio de Janeiro.
As rebeliões foram sufocadas pelo governo que teve assim, o seu pretexto para agir mais energicamente contra os líderes de esquerda.
Em março de 1936, Luis Carlos Prestes foi preso juntamente com sindicalistas, operários, militares e intelectuais.
É editada a “Lei de Segurança Nacional
    
Indicações:
Livro: Camaradas- Willian Waack
Filmes: Olga, Lamarca, Memórias do Cárcere 

http://www.webartigos.com/artigos/educacao-na-era-vargas/92753/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Passando por aqui, deixe seu comentário. Obrigada

Ocorreu um erro neste gadget