quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Aula show

A sensação que tive nesta semana foi a de dar um show. Saí acabada de sala mas muito, muito feliz!!!
Há alguns (muitos) anos atrás, um aluno apelidou essas aulas em que eu falo, falo, falo e todos escutam, escutam, escutam, de aula show. Em sala, costumo diversificar a forma e utilizar meios diferentes de transmitir o conteúdo, mas ao final, tem que ter aulão, tenho que ter a sensação de fechar tudo. Nessa hora, apelo para o mais tradicional "cuspe e giz", substituído por "água e caneta". A linha do tempo (porque os professores não usam?) me ajuda na árdua mas gratificante tarefa de costurar o assunto e os infográficos ( ou os quadradinhos e setinhas como eles chamam) situam os pontos que não podem ser esquecidos. 
O apelido à esse estilo de aula, mais velho que minha bisavó, foi dado em 1997 quando cheguei no CEAL vinda de Volta Redonda, onde estava já acostumada a trabalhar com adultos e alunos de Ensino Médio. Eu me acabo nesses dias e acabo com eles também. É dia de não piscar. Voltando no tempo, era até engraçado. Entrava em sala dizendo: "hoje só pode respirar!' E o menino logo emendava: "Oba ! É dia de aula show!" Nunca pensei que pudesse ser deboche ou algo do gênero. O menino, hoje adulto, é professor de... História! E a turma dele está toda muito bem, obrigada. Foi a turma mais"levada" que já tive e que seguiu comigo da 6ª série (hoje 7º ano) até o 3º ano do Ensino Médio. Naquele tempo tínhamos 4 tempos de História semanais. Tínhamos chance de organizar visitas guiadas, trabalhos em grupo e alongar determinados temas. Com essa turma, na verdade eram três, lemos os Diários de Vargas, fizemos um projeto envolvendo História e Literatura que culminou com uma semana de debates intensos e choro compulsivo na leitura da Carta Testamento que fechava uma era -Vargas- e um ciclo, nossos seis anos de convivência.
Meninas e meninos maravilhosos são, hoje adultos que admiro: Alexandre, Chiara, Roberta, Arthur, Conrado, George... Seis nomes só, os primeiros que me vieram à cabeça, homenageando cada ano que passamos juntos, mas quase todos podem ser encontrados em minhas redes sociais.
Outras turmas vieram, alunos escreveram seus nomes na minha história ( o Facebook da titia aqui prova que continuamos juntos)e o aulão de final de bimestre continua firme e forte.
Nesta semana, finalizamos uma etapa importante e o aulão de revisão foi um sucesso. Minhas turmas de 2011 foram muito importantes para a minha recuperação. Já escrevi aqui como fui bem recebida quando retornei da licença médica. Mas não esperava , ao final de um ano tão cansativo, a audiência recebida.
Muito obrigada, queridos!

Para a avaliação semana que vem, fica a dica:
* Diferenças na colonização do norte e sul dos EUA
*Vinda da Família Real para o Brasil: fuga ou estratégia?
* Independência do Brasil: em um ato ou foi um processo?


2 comentários:

  1. Eu Ri na introdução:
    Há alguns (muitos) anos atrás hehehe
    Eu gostava e gosto de aulas Show, principalmente se o professor for carismático e saber o que está passando que é o teu caso...
    Lendo tua postagem, deu vontade de está participando de uma ou várias aulas sua Izabel =)
    Ainda bem que vc não abre mão das modernidade também.
    Já falei que sou uma fã né?! =p
    Bjim ;*

    ResponderExcluir
  2. Opa,
    Acho que escrevi teu nome errado, tipo =p
    IZABELLE \o/

    ResponderExcluir

Passando por aqui, deixe seu comentário. Obrigada

Ocorreu um erro neste gadget